O que é Medicina Fetal?

Avaliações e exames mais eficazes, tratamentos modernos e equipe multidisciplinar ajudam a identificar doenças na criança quando ela ainda está no útero da mãe.

Cerca de 80% das malformações congênitas são diagnosticadas por meio dos recursos da Medicina Fetal. Medicina Fetal é uma área de atuação da Ginecologia e Obstetrícia que visa o acompanhamento detalhado de gestações por meio de orientação genético-reprodutiva e ultrassonografia, sempre visando o bem estar do binômio mãe-feto.

Essa moderna especialidade é extemamente útil na orientação dos casais quanto aos riscos reprodutivos, dúvida quanto aos históricos familiares ou mesmo indagacões como a importância da idade materna na gestação.

Durante o pré-natal, a ultrassonografia auxilia no acompanhamento clínico das gestações, nos diagnósticos relacionados a formação e desenvolvimento do feto e nas interrelações com doenças maternas, caso elas existam.

O aprimoramento tecnológico que os aparelhos de ultrassonografia receberam na última década permite que atualmente seja possível avaliar, de forma não-invasiva o feto. A descoberta precoce de algumas doenças durante a gravidez aumenta substancialmente as chances de sobrevivência do bebê, além de ajudar no planejamento das intervenções logo após o parto, ou mesmo durante a gestação, reduzindo assim os riscos para a mãe e para a criança.

Para tanto, a Medicina Fetal aparece como fator determinante para prevenir problemas e garantir a qualidade de vida.

Paulo Chinen